PT | EN
PT | EN

A VOZ E A ORQUESTRA | Estoi [Arquivo]
Programação Regular

#OAORQUESTRA

 

Mais um concerto que dá espaço a jovens e promissoras vozes, no âmbito do Laboratório Artístico da Orquestra do Algarve, desta vez para duas das mais celebradas árias de concerto de Mozart para soprano, que prometem arrebatar o público. Este programa é enriquecido por uma pouco conhecida Abertura de Mendelssohn e um Intermezzo do romântico alemão Woldemar Bargiel, música nunca ouvida em Portugal. Conclui-se com a sempre efervescente e jovial Segunda Sinfonia de Beethoven, que faz brilhar o virtuosismo da Orquestra do Algarve.

 

Programa

 

FÉLIX MENDELSSOHN (1809 – 1847)

Abertura de Heimkehr aus der Fremde

 

WOLDEMAR BARGIEL (1828-1897)

Intermezzo

WOLFGANG AMANDEUS MOZART (1756 – 1791)

Ária do concerto Ah, se in ciel, benigne stelle

Ária do concerto Vorrei spiegarvi, oh Dio

 

LUDWIG VAN BEETHOVEN (1770-1827)

Sinfonia nº2 em Ré Maior

 

Martim Sousa Tavares, Maestro

Beatriz Maia, Soprano

Orquestra do Algarve

 

21/10

ESTÓI

Igreja Matriz

19h00

Entrada Livre

Informações: T: 289 860 890

 

Orquestra do Algarve, Organização

Paróquia de Estoi, Apoio

 

_____

 

MARTIM SOUSA TAVARES

Maestro Titular

Martim Sousa Tavares é natural de Lisboa, onde nasceu em 1991.

Formado em Ciências Musicais e Direcção de Orquestra entre Lisboa, Milão e Chicago, cumpriu este percurso com honras académicas e bolsas Fulbright e Eckstein Foundation.

Funda em 2014 em Brescia a Orchestra di Maggio, seguindo-se em 2019 a Orquestra Sem Fronteiras, com sede em Idanha-a-Nova e que se apresentou em mais de 100 localidades entre Portugal, Espanha e Brasil, tendo vencido em 2022 o Prémio Carlos Magno para a Juventude, do Parlamento Europeu e o prémio de música da Mirpuri Foundation.

É maestro titular da Orquestra do Algarve desde janeiro de 2023 e a sua atividade recente inclui concertos com a Orquestra da Rádio Nacional da Roménia, Orquestra Gulbenkian, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Filarmonia das Beiras e Orquestra do Norte.

Desenvolve uma atividade intensa no âmbito da comunicação cultural, tendo assinado mais de 150 programas na RTP2, RTP Palco e Antena 2. No jornal Observador mantém uma newsletter e um podcast semanal: o mais ouvido em Portugal no domínio da música.

Colabora regularmente com o teatro e, enquanto autor, destacam-se a música para Vita & Virginia, apresentado no Teatro São Luiz em 2021, a ópera infantil O Anel do Unicórnio, estreada em 2021 e apresentada em sete cidades, e Uma Outra Bela Adormecida, a partir do conto de Agustina Bessa-Luís, numa coprodução do Teatro Nacional de São João, Lu.Ca - Teatro Luís de Camões, Cineteatro Louletano e Centro Cultural Raiano estreada em Janeiro de 2023.

 

BEATRIZ MAIA

Soprano

 

Beatriz Maia, soprano, iniciou os seus estudos de canto no Conservatório de Música de Coimbra, na classe de Isabel Melo e Silva. Concluiu, na Universidade de Aveiro, a Licenciatura em Música e o Mestrado em Ensino de Música, ambos sob orientação de Isabel Alcobia. Da sua atividade como solista, destacam-se as estreias de obras de variados compositores como Sérgio Azevedo e João Pedro Oliveira. No âmbito da ópera, interpretou várias personagens, tais como Flora (The turn of the Screw, B. Britten), Cábula (O Cábula, Fernando Corrêa de Oliveira), Rouxinol Mecânico (O Rouxinol, Sérgio Azevedo), Despina (Così fan tutte, W. A. Mozart), Claudine (La fille du Tambour Major, J. Offenbach) e Gretel (Hänsel und Gretel, E. Humperdinck; versão portuguesa). Neste campo, foi dirigida por Cameron Burns, Rui Pinheiro, Jan Wierzba, Toby Purser, Cesário Costa e António Vassalo Lourenço, em produções com Camerata Atlântica, Vienna Opera Academy, Orquestra Clássica do Politécnico do Porto, Orquestra Clássica Metropolitana, Orquestra Filarmonia das Beiras e Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa. É vencedora da Maratona XXI Operafest 2023: Grandes Cantores para a Ópera de Hoje (1º prémio e prémio do público), do VERÃO CLÁSSICO 2023 Academy Awards – VOCAL (1º prémio ex aequo) e premiada no I e II Concurso Internacional de Música Cidade de Almada (2º prémio; nível I - 2016 e nível II - 2017).

voltar

Se deseja receber notícias sobre futuros eventos, subscreva a nossa newsletter

Subscrever

Morada
Rua João Brito Vargas
Casa das Figuras
8005-145 Faro
Siga-nos